Obra situada na localidade da Parede, Concelho de Cascais, foi executado o isolamento do terraço com poliuretano liquido,  substituído o pavimento, por motivo de infiltrações, derivado à má execução da colocação do material na construção do prédio, havia ausência de juntas entre ladrilhos, evitando que pudessem efectuar as dilatações e contracções, fazendo-os soltar da betonilha abrindo fissuras no antigo isolamento.